Qual o padrão de beleza que a sociedade exige? Para onde estamos caminhando?

2012-10-21 19.15.18

Ao longo dos anos a mulher vêm adquirindo papéis mais importantes na sociedade, e junto destes,  vêm ditando a moda, o perfil e o comportamento.

Mas existe um limite de até onde estamos tentando agradar e seguir a moda, quando conseguirmos ser “apenas” nós mesmas?

O conceito da mulher como mãe, trabalhadora, dona de casa ou mesmo solteira, hoje mudou completamente.

As mulheres acabam exercendo vários destes papéis em conjunto, e ainda têm que se preocupar com o padrão de beleza imposto pela mídia.

Quebrar paradigmas quase que diariamente, para mostrar que podem e conseguem cada vez mais se superarem.

Ser magras, ter uma pele perfeita, cabelos bem tratados, um escopo do que as passarelas da moda deslumbram, aludem a eterna juventude.

Ao invés das mulheres caminharem cada vez mais se mostrando fortes, e que podem executar tarefas antes realizadas só para homens, pelo contrário têm se mostrado frágeis, em busca de um padrão de beleza imposto pela mídia.

Se cuidar para se sentir bem consigo mesma é preciso. Isto é um ato de amor, para amarmos aos outros precisamos aprender a nos amar primeiro, porém o bom senso de até onde vai seus cuidados cabe a cada uma saber.

Sacrifícios em prol de um corpo mais definido, sem marcas, sem gorduras locais as vezes são perigosos.

Não sou contra cirurgias plásticas, nem contra métodos que as clínicas propõem, mas acredito que o nosso corpo têm um limite para tantas modificações.

Eu mesma já fiz uma cirurgia à laser nos olhos, para retirar a miopia e o astigmatismo, pois detesto usar óculos.

Mas pensemos no exemplo do Rei do Pop Michael Jackson, com tantas cirurgias acabou ficando deformado, e se não bastasse morreu precocemente. Adiantou tanto dinheiro, vontade e cuidados?

Existem muitos outros exemplos para refletirmos até onde deveremos se sujeitar para alcançar uma nova estética.

Analisar os prós e contras antes de se submeter a uma cirurgia é importante.

Ir  a um bom médico que tenha experiência no que faz, realizar exames para entender se o seu corpo se adaptará a tal cirurgia, ou ao menos entender se há boas probabilidades.

Mas antes de tudo, faça uma auto-análise:

Quanto tempo do seu dia está vivendo um papel imposto pela sociedade, e o quanto vive para você?

A resposta pode te surpreender.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s