Reflexões das necessidades e autoconhecimento

Maslow identificou entre muitos estudos e análises duas necessidades adicionais à famosa pirâmide de necessidades já criada.

 

piramide

Maslow define que as necessidades fisiológicas (básicas), tais como a fome, a sede, o sono, o sexo, a excreção, o abrigo. Como exemplo no local de trabalho temos necessidades de conforto físico, horários de intervalo e eventualmente precisamos sair ou entrar em horários diferentes para atender uma emergência ou problema pessoal.

Necessidades secundárias de Estima e Realização Pessoal

O reconhecimento dos outros perante nossa capacidade de adequação às funções que desempenhamos, temos necessidade de nos sentirmos dignos, termos respeito por nós mesmos e pelos outros, com prestígio, poder, orgulho e auto-estima. Um exemplo no trabalho é conseguir alcançar os resultados demonstrando responsabilidade, ter reconhecimento por todos, conquistando promoções e feedback.

Nós temos necessidades também de crescimento, é quando uma pessoa consegue aproveitar todo seu potencial, ser tudo o que se puder ser, fazer, o que se é capaz de conseguir e o que a pessoa gosta de fazer. Ter autonomia, independência e auto controle.

Há quem diga, também, que Maslow contemplou as necessidades do indivíduo de forma rígida, e que há possibilidade de inversão ou troca de necessidades. Porém nenhuma destas críticas descaracterizam a teoria ou a tornam menos atual que as demais, apenas nascem de algumas confusões que são feitas com a definição de “necessidade”, muitas vezes confundida com “desejo” ou “vontade”. Os críticos desta teoria afirmam que nem todas as pessoas são iguais, e que possuem opiniões, conhecimentos e valores diferentes, por isso, um aspecto que se mostra como uma necessidade para uma pessoa, pode não ser para outra. Outro aspecto criticado é de que esta teoria analisa o desenvolvimento das pessoas, mas não considera em nenhum momento o incentivo dado pela organização.

Estas novas descobertas foram chamadas de cognitivas, viriam antes da auto-realização, onde inclui os desejos de saber e de compreender, sistematizar, organizar, analisar e procurar relações e sentidos (Maslow, 1975, p. 354).

– Necessidade de conhecer e entender: Relacionada com os desejos do indivíduo de conhecer e entender o mundo ao seu redor, as pessoas e a natureza.

– Necessidade de satisfação estética: Está relacionada às necessidades de beleza, simetria e arte em geral. Ligada à necessidade que o ser humano tem de estar sempre belo e em harmonia com os padrões de beleza vigente.

Estar satisfeito com sua imagem também é uma necessidade humana.

A pirâmide de Maslow mostra que para chegar no todo é necessário passar pelas partes, mas também é visto que, há indivíduos que chegam a auto-realizar-se sem passar por todas as etapas da pirâmide,    pois individualmente temos uma personalidade, sendo que a motivação e o meio social de cada um têm influência na auto-realização que quando não é conseguida gera a frustração.

Maslow deixou sua teoria como uma contribuição ao estudo do tema e não como a resposta definitiva. É uma teoria citada pela maioria dos autores expressivos da área de Marketing, como Kotler (1998); Churchill & Peter (2000) e também por Sandhusen, (1998); Semenik & Bamossy, (1995).

Para esses autores o conhecimento desta teoria é necessária, possibilitando a compreensão dos fatores que motivam o comportamento, impulsionando o indivíduo a agir.

Procuremos sempre percorrer estes caminhos, para alcançar a satisfação plena de se sentirmos belas e realizadas.

 

Abraços.

 

Referências

AGUIAR, R. M. A Hierarquia das Necessidades de Maslow em Estudantes de Diferentes Cursos Universitários. São Paulo, 2001. Tese (Doutorado em Psicologia) – Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo.

Conceito da Motivação.CHIAVENATO, Idalberto. Administração. 2.ed. SÃO PAULO: Atlas, 1999.

BLACKWELL, R. D.; MINIARD, P. W.; ENGEL, J. F. Comportamento do consumidor. 9ª. ed. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005.

CHISNALL, P. M. Consumer behaviour: 3rd ed. London: McGraw-Hill Book Company Europe, 1994.

GUIMARÃES, M. C. Maslow e Marketing – Para Além da Hierarquia das Necessidades, 06/07/2001.

Disponível em<http://www.portaldoMarketing.com.br/Artigos/Maslow%20e%20

Marketing.htm. Acesso em Fevereiro 2015.

IKEDA, A. A.; CAMPOMAR, M.C.; SHIRIAISHI, G. F. A compra via internet versus loja: o que está mudando. In:CLADEA – UFRGS, 2002. Anais eletrônicos. Porto Alegre: Universidade Federal de porto Alegre, 2002. CD-ROM.

KOTLER, Philip. Princípios de Marketing. 9ª. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2003.

KOTLER, P.; KELLER, K. L. Administração de Marketing. 12ª. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2006.

MASLOW, A.H. Maslow no Gerenciamento. Rio de Janeiro: Qualitymark Ed., 2001.

MASLOW, A.H. Motivation and Personality. New York: Harper & Row, Publishers, 1954.

MOWEN, J. C.; MINOR, M. S. Comportamento do Consumidor. São Paulo: Prentice Hall, 2003.

PISANDELLI, G. M. V. L. A teoria de Maslow e o fracasso escolar, 18/06/2007. Disponível em <http://www.portaldoMarketing.com.br/Artigos/

Teoria_de_Maslow_e_o_ Fracasso_Escolar.htm. >Acesso em Fevereiro 2015.

ROBERTSON, T. S.; ZIELINSKI, J.; WARD, S. Consumer behaviorNew York: Scott, Foresmann and Company, 1984.

SERRANO, D. P. Teoria de Maslow, 02/07/2000Disponível em <http://www.portaldoMarketing.com.br/Artigos/maslow.htm. Acesso em Fevereiro 2015.

SERRANO, D. P. Maslow – Biografia, 17/12/2006. Disponível em http://www.portaldoMarketing.com.br/Artigos/Maslow_Biografia.htm. Acesso em 02/06/2008.

SOLOMON, M. R. Consumer behavior: buyinghaving and being4th ed. New Jersey: Prentice Hall, 1999.

SOPER, B.; MILFORD, G. E.; ROSENTHAL, G. T. Belief When Evidence Does Not Support TheoryPsychology and Marketing, aug 1995, 12, 5.15

Disponível em: <//http://ogerente.com/congestionado/2009/09/23/piramide-de-maslow-motivacao/> Acesso em Fevereiro 2015.

 

Disponível em: <http://www.gestaorosinholi.com.br/Materia-Maslow-As-pessoas-auto-realizadoras.asp> Acesso em Fevereiro 2015.

 

Disponível em: <http://www.sobreadministracao.com/a-piramide-hierarquia-de-necessidades-de-maslow/&gt; Acesso em Fevereiro 2015.

Imagem: Clip Art.

Anúncios

Um comentário sobre “Reflexões das necessidades e autoconhecimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s